Blogger templates

20 de abril de 2011

Salas do massacre terão biblioteca e aulas de informática

     Após reunião com pais de alunos da Escola Tasso da Silveira, a secretária municipal de Educação do Rio de Janeiro, Cláudia Costin, informou que, em uma das salas onde houve o massacre a estudantes, já foi montada uma biblioteca. O outro espaço que foi palco da agressão receberá uma sala de informática, que está sendo montada.

Fonte: UOL

   Seria incrível se, para que pudéssemos ter certas mudanças nas escolas públicas, não fossem necessários atos violentos como o que ocorreu em Realengo.
    Agora se fala de segurança nas escolas, na inclusão de disciplinas e atividades que integrem o aluno e a sociedade de um modo amistoso.
    Todo esforço e incentivo governamental em prol de uma educação pública, gratuita e de qualidade é válido. Mas, continuamos com uma pergunta que não quer calar: Até quando vamos esperar que tragédias aconteçam para tomarmos soluções como esta?

{Elaine Rose}
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre esse texto!

Reflexão




"O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender"




"Não existe saber mais ou saber menos. Existem saberes diferentes!" (Paulo freire)