Blogger templates

7 de abril de 2011

Massacre do Realengo

Wellington Menezes de Oliveira, ex-aluno da Escola Municipal Tasso da Silveira, dirigiu-se a pé para a escola na manhã de 7 de abril de 2011, portando dois revólveres calibre 38. Ele estava bem vestido e identificou-se como um palestrante que iria conversar com os alunos naquela manhã. Por volta das 8:00, ele invadiu o prédio principal e subiu para o terceiro andar, onde crianças e adolescentes de 7 a 14 anos assistiam aula. Wellington então começou a atirar aleatoriamente, direcionando os disparos para a cabeça de crianças e adultos.

Houve pânico e os alunos e funcionários começaram a correr. Agentes do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), que faziam uma fiscalização em uma rua próxima, foram avisados por uma criança baleada que acabara de fugir do local. Policiais militares do Batalhão de Polícia Trânsito Rodoviário e Urbano (BPRV), que acompanhavam a ação do Detro, foram até o local e imobilizaram o suspeito com um tiro na perna. Ele então atirou contra a própria cabeça.

Wellington deixou uma carta no local, onde afirmou ter AIDS registrou a intenção de se matar após sua ação.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Massacre_do_Realengo

É impressionante como a Internet é atualizada de forma tão rápida! Infelizmente as atualizações de hoje nos mostram que, nem mesmo dentro das escolas, estamos livres da violência que assola o mundo. À partir de hoje temos um triste marco na educação brasileira: o dia em que um louco entrou numa escola municipal e atirou aleatoriamente nas inocentes crianças e, se não fosse pela interrupção de um Sargento da PM, teria feito muito mais vítimas fatais.

A EDUCAÇÃO ESTÁ DE LUTO NO BRASIL!
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre esse texto!

Reflexão




"O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender"




"Não existe saber mais ou saber menos. Existem saberes diferentes!" (Paulo freire)